20 setembro 2007

O Futuro (será?)



Essa semana estive conversando com um grande amigo, o Ivan do DojoFloripa, e comentávamos sobre como nossos modelos (brasileiros) estão atrasados em relação ao resto do mundo... ao menos dois anos nos separam dos demais modelos produtivos ao redor do mundo...

Até que comecei a ler um livro... e acabei reafirmando essa afirmativa... temos muito que aprender ainda... livro de mais de um ano atrás apresenta exemplos bem sucedidos de colaboração para a geração de valor...


A Internet de ontem, só para leitura, do tipo "publique e navegue", está se tornando um lugar onde o conhecimento, os recursos e a capacidade computacional de bilhões de pessoas estão se agregando para formar uma força coletiva maciça. Energizada por blogs, wikis, salas de bate-papo, transmissões pessoais e outras formas de criação e comunicação peer-to-peer, essa força extremamente descentralizada e amorfa cada vez mais se auto-organiza para fornecer as próprias notícias, o próprio entreterimento e os próprios serviços. À medida que esses efeitos permeiam a economia e cruzam com mudanças estruturais profundas como a globalização, veremos o surgimento de um tipo totalmente novo de economia, no qual as empresas coexistem com milhões de produtores autônomos que se conectam e criam conjuntamente valor em redes livres acopladas. Chamamos isso de economia da colaboração.

Wikinomics




Nenhum comentário:

Postar um comentário