07 junho 2009

Uncle Bob e o dilema do profissionalismo

Acredito que seja um video não apenas para a comunidade Ruby / Rails, mas para a comunidade mundial de desenvolvimento de software...


15 maio 2009

Scrum Gathering Brazil: Impressões

Scrum Gathering Brazil: Impressões

Saudações!!
Antes de continuar com este post, um esclarescimento: Como sou um dos editores da InfoQ Brasil, não publicarei informações sobre as palestras neste blog, já que MUITA informação será disponibilizada no http://www.infoq.com/br no decorrer dos próximos dias. Fique no aguardo!

Agora voltando às impressões pessoais do evento:

Cara, Scrum Gathering talvez esta tenha sido a principal oportunidade de encontrar a maioria dos caras que formam a comunidade Ágil brasileira! E todos num único lugar!
Durante os dois dias de evento, nos revezamos discutindo, criticando e trocando informações importantíssimas sobre Agilidade e o impacto disso no mundo dos negócios. O perfil do evento possibilitou imensamente o contato, tendo sido realizado no Hyatt Hotel, em são paulo.

Gostei muito do que vi, apesar de alguns absurdos (como apresentado já pelo Rodrigo Yoshima), mas saí com a impressão que precisamos nos focar em discussões mais profundas sobre práticas e incluir, que sabe, mais práticas ágeis no evento.

Fotos do evento por Manoel Pimentel: Scrum Gathering Brazil


E pra aproveitar esse povo todo em são paulo, fomos tomar cerveja!!



Foto por @rodrigoy


Tem tanta gente nessa foto que não tenho nem coragem de começar a escrever os nomes, com medo de esquecer de alguém. Mas vou citar uma pessoa importante: O Martim Fowler brasileiro: Felipe Rodrigues! Veja-o ao lado de Manoel Pimentel: O Martim Fowler Brasileiro

Valeu galera!!! Hooters foi o bicho!

Parabéns Alexandre Magno e Edmilson Miyasaki pela organização!
Até a próxima!!


PS: Tire férias em outubro! Ágiles 2009 vem ai!

30 abril 2009

Impressões: Agile Weekend

Senhores!

Bem, o último final de semana estive em Porto Alegre para prestigiar o Agile Weekend, evento promovido pelo Guma-RS, em comemoração de seu quinto aniversário (parabens guma!)

Muita gente apareceu para conferir o evento, inclusive muito mais do que eles imaginavam... o que é um indício de uma demanda extremamente reprimida no sul do brasil por eventos de qualidade e foco em Metodologias Ágeis.

O evento foi muito show!! Imaginem programar um evento para 100 - 150 pessoas, e de repente aparecerem 300 para participar... povo teve que se desdobrar em 5 pra fazer a coisa acontecer... e claro: aconteceu!!

O evento começou com uma apresentação dos organizadores, seguido de uma palestra "motivacional" de Daniel Wildt e Luiz Parzianello, fundadores do Guma. Extremamente divertidos e de improviso eles falaram sobre as origens do Lean e as ramificações que o modelo criou mundo a fora... mostrando que Lean escala e que Desenvolvimento Ágil tem um pai! Detalhe: respondi a uma pergunta e ganhei um livro!! Coisaboua participar de evento em Porto alegre! Já é o segundo que ganho!! Agora vou aprofundar mais meus conhecimentos em Lean... me segura!!

Um show a parte: o coffee break!! Credo! muito bom!!

Bem, pra variar, encontrei o pessoal da Sea Tecnologia (@alegomes, @rwilli e @brunopedroso)... esse povo não deve trabalhar... assim como eles acham que eu não trabalho... somos todos arroz de festa! (e o proximo: Scrum Gathering!)

A próxima palestra foi feita pelo Peleteiro, da Globo.com, falando sobre anti padrões de equipes ágeis. Acredito que tenha sido a palestra com maior intereção com o publico...

Logo depois assisti à apresentação de Fabrízio Mello, falando sobre refactoring em banco de Dados... bem, seguindo as palavras do próprio Fabrízio: Scott Ambler colocou os nomes bonitos na maior parte das funções rotineiras que usamos para desenvolvimento com banco de dados... mas foi bastante produtivo... quer dizer que o que antes era chuncho agora virou Refactoring Pattern!!

No outro dia, conversamos sobre Agile no ensino. O Guma RS está com uma iniciativa muuuuito interessante para levar metodologias ágeis para o ensino, pra evitar que se fale muita porcaria em artigos e teses orientadas por professores que não sabem do que estão falando... gostei!

Ah! O pessoal da SEA apresentou o case de seu trabalho junto à força aérea brasileira, semelhante ao apresentado no último Maré de Agilidade

O Daniel Wildt desabafou todas as suas mágoas numa palestra entitulada "Eu odeio metodos Ágeis"... muito bom!

Pra finalizar, uma mesa redonda com a maior parte dos palestrantes. A discussão girou em torno de contratação de projetos Ágeis... tema já bastante conhecido e abordado, por exemplo, por Jose Papo, inclusive com uma apresentação no último Falando em Agile e que falará sobre o mesmo tema: contratos! )

E foi isso... ótima experiência, voltei completamente renovado para o trabalho...

Parabens aos organizadores!

Bá! Trí legal esse evento!


E pra fechar o dia, claro: Cerveja!!!

24 abril 2009

I am a Craft Brewer


I Am A Craft Brewer from I Am A Craft Brewer on Vimeo

aula 2: Teste de Software no CTAI

Saudações!!

Bem, estou aqui em casa após mais um dia de aulas no Senai CTAI... realmente cansado...

Desta vez, a intenção foi ser o mais didático possível na utilizaç!ao de documentação de testes. Apesar de concordar com o @gchapiewski , algumas coisas não podemos fugir de documentar... mas pelo menos que sejam agregando valor!

Segue abaixo os slides de mais essa aula.



22 abril 2009

Aula: Teste de Software no CTAI

Saudações!

Bem, alguns já devem estar sabendo, mas vale lembrar: no momento estou atuando também como professor do Senai CTAI em Florianópolis. Minha primeira ação nesta nova função está sendo no curso: Teste de Software

Pode parecer, mas este não é um curso de teste comum... de tradicionalidade, NADA!

Estou tentando colocar em jogo minha visão do desenvolvimento de software, e de que maneira um processo de testes se encaixa nisso tudo.

Longe de ser uma aula completamente teórica, minha intenção é reconstruir de forma evolucionária e incremental o conceito de teste de software, trazendo um desafio: Trabalhemos conscientemente para a construção da qualidade de software! Eliminemos desperdícios e estejamos prontos para criticar os modelos burocráticos de teste de software. Antes de mais nada, o que importa é Software Funcionando!

Além disso, incorpore ferramentas de teste ao seu dia a dia, reduzindo muitos dos custos atrelados a um processo de softwre.


Seria esta a vitória do Desenvolvimento Ágil na Academia? Difícil de dizer no momento, então vou esperar até o final do curso. =)


Enquanto isso, seguem os slides da aula de hoje:

16 abril 2009

Quer trabalhar na Audaces? Pergunte-me como!

Bem, não gosto muito de me repetir... bem por isso que não tenho postado tanto no blog... mas vou abrir uma exceção!

Um dos posts mais visitados neste blog, sem dúvida, foi o anuncio de vagas na Audaces para um projeto no mínimo interessante: Um simulador 3D em Java!

Até colocamos o Eduardo, líder do projeto, para falar no Mês do Java 2008, e aguarde, logo ele falará de novo! Para os que acreditam software 3D não é viável em java... aguarde e confie!



Bem, chegou a hora! Precisamos de mais desenvolvedores!

Procuramos pessoas que sejam apaixonadas pelo próprio trabalho, gostem de aprender coisas novas e estejam dispostas a criar produtos com máxima qualidade! Você gosta de matemática? Gosta de desenvolvimento "ao extremo", e está cansado daquelas aplicações chatas? Adoraria passar o dia inteiro olhando para a Ivy?? Venha ser entrevistado!!

OpenGL, Eclipse RCP, Scrum, TDD, Modelagem 3D, Simulação Física... enfim: DIVERSÃO




Trabalhe Conosco


victor.germano [at] audaces [ponto] com



E então, topa o desafio? Entre em contato!

28 março 2009

Maré de Agilidade

Bem, pra quem não sabe, estou na Bahia, Salvadô... convidado para o evento Maré de Agilidade


Vim para falar sobre o conceito de Integração contínua.

O pessoal da organização do evento disponibilizou um blog com as informações. Confira! (Slides da minha apresentacao neste blog)

http://maredeagilidade.blogspot.com

até mais!

20 fevereiro 2009

Somos professionais de software?

Uncle Bob, sempre pragmático (e porque nao dizer, radical), se apresentou no JAOO com a seguinte palestra: Craftsmanship and Ethics.

O cara levanta uma bandeira muito interessante: não somos profissionais... somos apenas trabalhadores... e isso se deve pela falta de disciplina que NAO temos aos construir código. E ele faz muito bem o seu papel: evangelização (com uma inclinação meio maluca).


Veja o vídeo:Craftsmanship and Ethics

E então, ainda tocando os tambores?

19 fevereiro 2009

Capital de Risco para projeto Open Source

Dica super interessante!
Que tal criar um business plan de um projeto curto e opensource, e concorrer a uma grana?
Bem, essa é a ideia de Mark Cuban, que promete criar um modelo de investimento para projetos opensource.

Sua ideia consistem em receber projetos promissores (postados publicamente em seu blog) que esperam ter retorno rápido e consistente. Caso o cara goste, ele vai botar uma grana... e talvez encontrar mais participantes para o projeto.

Leia mais em: The Mark Cuban Stimulus Plan

Regras



1. It can be an existing business or a start up.
2. It can not be a business that generates any revenue from advertising. Why ? Because I want this to be a business where you sell something and get paid for it. Thats the only way to get and stay profitable in such a short period of time.
3. It MUST BE CASH FLOW BREAK EVEN within 60 daysÂ
4. It must be profitable within 90 days.
5. Funding will be on a monthly basis. If you dont make your numbers, the funding stops
6. You must demonstrate as part of your plan that you sell your product or service for more than what it costs you to produce, fully encumbered
7. Everyone must work. The organization is completely flat. There are no employees reporting to managers. There is the founder/owners and everyone else
8. You must post your business plan here, or you can post it on slideshare.com , scribd.com or google docs, all completely public for anyone to see and/or download
9. I make no promises that if your business is profitable, that I will invest more money. Once you get the initial funding you are on your own
10. I will make no promises that I will be available to offer help. If I want to , I will. If not, I wont.
11. If you do get money, it goes into a bank that I specify, and I have the ability to watch the funds flow and the opportunity to require that I cosign any outflows.
12. In your business plan , make sure to specify how much equity I will receive or how I will get a return on my money.
13. No mult-level marketing programs (added 2/10/09 1pm)


Alguma idéia?

[]s
Victor

10 fevereiro 2009

Succession na InfoqBrazil

Saudações...

Não sei ao certo se as pessoas que leêm este blog(ou liam - estou muito vagal ultimamente), leêm também o infoq Brazil...

O site gringo começou com uma discussão muito bacana sobre o último assunto de Kent Beck (veja a notícia em inglês).

Bem, repliquei a notícia no site brasileiro, e convido a todos para se juntarem à discussão:Veja a notícia

13 janeiro 2009

TOP 25 Most Dangerous Programming Errors

Saudações a todos!

Voltando de férias esta semana me deparei com um documento MUITO importante para a comunidade de software mundial, resultado do encontro de inúmeras empresas de segurança e autores conhecidos da área em Washington/DC, esta semana.

O encontro visou chegar a um consenso sobre quais seriam os principais erros cometidos no desenvolvimento de software e que possuem o maior impacto na segurança das aplicações web. Bem... a discussão não foi tão intensa, e foi relativamente fácil chegar ao número acima: Os Top 25 (sql injection, code injection, xss e muitos mais).

Bob Martin é o portavoz do documento, e apresenta sua versão sobre a criação. Segue uma pequena parte do texto de introdução:

(January 12, 2009) Today in Washington, DC, experts from more than 30 US and international cyber security organizations jointly released the consensus list of the 25 most dangerous programming errors that lead to security bugs and that enable cyber espionage and cyber crime. Shockingly, most of these errors are not well understood by programmers; their avoidance is not widely taught by computer science programs; and their presence is frequently not tested by organizations developing software for sale.

Leia o Documento Completo


De forma bem humorada, o catálago apresenta a descrição dos erros e como utilizar patterns para mitigar tais riscos. Confira em: http://cwe.mitre.org/top25/


Para constar, os envolvidos:

Robert C. Seacord, CERT
Pascal Meunier, CERIAS, Purdue University
Matt Bishop, University of California, Davis
Kenneth van Wyk, KRvW Associates
Masato Terada, Information-Technology Promotion Agency (IPA), (Japan)
Sean Barnum, Cigital, Inc.
Mahesh Saptarshi and Cassio Goldschmidt, Symantec Corporation
Adam Hahn, MITRE
Jeff Williams, Aspect Security
Carsten Eiram, Secunia
Josh Drake, iDefense Labs at VeriSign, Inc.
Chuck Willis, MANDIANT
Michael Howard, Microsoft
Bruce Lowenthal, Oracle Corporation
Mark J. Cox, Red Hat Inc.
Jacob West, Fortify Software
Djenana Campara, Hatha Systems
James Walden, Northern Kentucky University
Frank Kim, ThinkSec
Chris Eng and Chris Wysopal, Veracode, Inc.
Ryan Barnett, Breach Security
Antonio Fontes, New Access SA, (Switzerland)
Mark Fioravanti II, Missing Link Security Inc.
Ketan Vyas, Tata Consultancy Services (TCS)
Lindsey Cheng, Ian Peters and Tom Burgess, Secured Sciences Group, LLC
Hardik Parekh and Matthew Coles, RSA - Security Division of EMC Corporation
Mouse
Ivan Ristic
Apple Product Security
Software Assurance Forum for Excellence in Code (SAFECode)
Core Security Technologies Inc.
Depository Trust & Clearing Corporation (DTCC)
The working group at the first OWASP ESAPI Summit
National Security Agency (NSA) Information Assurance Division
Department of Homeland Security (DHS) National Cyber Security Division