22 junho 2008

ExpoGestão: Patrick Sweeney

Muggsy BoguesEsta sim, uma Apresentação com "A" maiúsculo...
Vice Presidente da multinacional Caliper, Patrick Sweeney foi o apresentador mais eloquente do segundo dia. Não é por menos, afinal, sua empresa já participou da contratação de algumas centenas de milhares de pessoas ao redor do mundo, e ele já realizou um estudo com 2 milhões de pessoas. Candidatos que passaram por sua empresa.

Como não poderia deixar de ser: mais atrasos...

Um fato bastante inusitado: Ginástica Laboral!!! Ao som de uma música animada, nos alongamos ouvindo a também animada professora... chique demais!!

Sweeney iniciou a palestra com a definição do escopo: O que gestores NÃO devem fazer!! e cerceou sua apresentação em quatro grandes erros que cometemos:

1) Contratar alguém para preencher exatamente a vaga aberta na empresa
2) Preencher apressadamente uma vaga aberta
3) Contratar pessoas que vejam o mundo da mesma forma que você
4) Contratar pessoas com experiências semelhantes

Questão metafísica da vez: Como contratar os melhores e evitar contratar os piores

Patrick nos apresenta uma reflexão interessante:

O que os top performers de sua empresa tem em comum??

Mais a frente falarei de duas características importantes: Resiliência e Otimismo. Falemos então dos erros principais dos gestores:

Contratar alguém apenas para preencher um cargo



Essa até eu sei, e pode ser descrita com a seguinte frase:

"Em Empresas de qualidade, quando um presidente se aposenta, contrata-se um office-boy"

Tá bom, tá bom... não quis dizer que contratar um guri sem experiência para presidente da empresa é a solução. A questão vai muito além, e me faz pensar: Quais são as qualidades que você espera, ao fazer uma contratação? Conhecimentos específicos para um tarefa? O potencial que as pessoas apresentam, e que poderá ser aproveitado pela empresa no futuro?

Patrick indica aqui uma virtude importante: Pense em contratar pessoas com a competência e o carácter que você quer na empresa. Neste caso, o papel de um gestor não é moldar e mudar pessoas, mas investir no potencial de cada uma que o cerca.
Nos trazendo para a realidade, fomos alertados de que Potencial não quer dizer nada! O que importa é o que fazemos com o potencial que nos é apresentado.

Resiliência



Resiliência, na visão do palestrante, é a capacidade de aprender e crescer à partir de experiências negativas. É o atributo social que fará as pessoas entenderem que falhas fazem parte do jogo da vida, e que devem ser incorporadas sem grandes excessos.

Conheci, neste momento, a história do jogador de basquete Muggsy Bogues... cara, que coisa impressionante a persistência do sujeito! =)
Nascido num bairro pobre e violento, Muggsy tinha tudo para ser mais um tiro pela culatra da sociedade americana. Mas ele queria jogar basquete... com 1,60m e muita, muita persistência, Muggsy conseguiu uma vaga numa universidade e uma vaga para jogar na NBA... todas as adversidades, principalmente com pessoas o questionando e humilhando sobre sua altura e origens, não foram suficientes para fazê-lo desistir. Na verdade, tornaram Muggsy mais persistente e implacável em sua força e vontade de jogar basquete.
Quando questionado, em entrevista, se não seria impossível enfrentar Michael Jordan , Muggsy disse, na maior das calmas: "Nada, ele é só um pouco alto".
Louco ou otimista? A verdade é que Muggsy fez história com sua persistência, e seria ótimo ter pessoas como ele em nossas equipes... certo?

Conclui-se que resiliência é a capacidade de obsorver mudanças e tirar o melhor proveito de qualquer experiência... esse tema tem sido tratado em inúmeras edições da ÉpocaNegocios, vale a pena dar um conferida.

Otimismo


Esqueça os pessimistas, pois eles só fazem reclamar... e dificilmente você terá grandes conquistas vindas de pessoas pessimistas...
Otimistas é que fazem tudo acontecer, mesmo quando as chances são mínimas... pense nisso...


Preencher muito rápido uma vaga



A verdade: Cadeiras vazias pressionam gestores. Preencher vagas a qualquer custo é um grande erro que os gestores não deveriam se sujeitar...
Uma equação simples:
Quanto tempo dura para você perceber que cometeu um erro numa contratação? E para remover esta pessoa do seu grupo??
Acredita-se que leve entre 6 a 9 meses para isso... no total...
O investimento perdido por encontrar a pessoa errada não justifica a tentativa de arrumar alguém muito rápido....

Outra questão metafísica: Como encontrar pessoas obsecadas por sucesso?

Com certeza, não será fazendo uma busca por 1 mês apenas...
Encontra pessoas com brilho nos olhos, e a vontade de trabalhar duro e apresentar resultados fabulosos! (só faltou dizer "Amén!")...

Contratar pessoas que veêm o mundo da mesma forma que você



É necessário criar e manter uma empresa balanceada em todos os sentidos. Daí a importância em ter pessoas com visões de negócio diferenciadas, o que facilitará a resolução de problemas com uma abordagem mais ampla e consistente.

Mais uma vez: quais características são comuns aos top performers?? Encontre esta resposta, e você com certeza terá uma boa dica para saber o que procurar em novas contratações. Patrick nos dá a visão de que é necessário focar em qualidades e forças para o sucesso. Pessoas que saibam, por si só, aprender, é uma ótima pedida.

Questão: Experiência é realmente necessário? Entre um jovem com gana em aprender e um profissional com 12 anos de experiências... quem você escolheria?
Resposta: Depende... que tal um profissonal com 12 anos de éssimas experiências? seria realmente interessante para sua equipe?
Experiência é muito interessante como uma habilidade de transferência, isto é, a capacidade de mudar de função e continuar exercendo um comportamento adaptativo e vencedor.

Contratar pessoas com experiências similares



Bem... aqui não há muito o que dizer...

Patrick descreve duas perguntas principais para serem feitas durante a entrevista, possibilitando uma visão melhor do candidato:
- Por que você deixou seu último emprego?
- Fale a respeito de uma vez que você falhou. Qual foi sua reação?


Nota para a Palestra: 1000!!
Impossível descrever aqui toda a palestra... mas até que fui longe...

Nota para a organização do evento: -1000000... vergonhoso!!! Colocaram um cara de intérprete para interação com a platéia que era um lixo, mal sabia falar inglês... um absurdo!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário